quarta-feira, 10 de junho de 2015

Agora; para sempre

Sinto silêncio, aqui dentro
e sem forma, me desvendar
Encontrar seu silêncio, num par
e formar um par sem voz; olhares
É saber que todas as vozes não existem, e a sua, já se transformou em outra.


E a voz permanece sem calar. Te amo S2

Nenhum comentário: